Nulla consequat massa quis enim. Donec pede justo, fringilla vel aliquet nec eget arcu. In enim justo, rhoncus vitae.

Info:
Erick Duarte
  /  Ferramentas, design e recursos   /  Criando PDFs prontos para impressão CMYK com Inkscape e Scribus
Símbolo CMYK

Criando PDFs prontos para impressão CMYK com Inkscape e Scribus

O Inkscape não pode exportar PDFs prontos para impressão, mas o Scribus pode, e nesse artigo eu vou te mostrar como atribuir o perfil de cor CMYK no Inkscape e fechar seu PDF para impressão fazendo uso do Scribus.

O Inkscape é uma ferramenta fantástica para criar belos gráficos vetoriais (já citei elogios neste blog antes). No entanto, há uma coisa que o Inkscape não pode fazer: exportar um PDF pronto para impressão. E esse pode ser um ponto frustrante, já que no momento em que você terminar de criar seu novo folheto ou cartão de visita, vai perceber que não há um botão ou comando para criar “PDF para impressão ou PDF X1a”.

Existem essencialmente 2 motivos pelos quais o Inkscape falha ao fechar arquivos para impressão:

1. Ele não pode exportar para os padrões PDF X1a ou PDF X3, embora possa exportar vários padrões PDF.

2. Em segundo lugar, e mais importante, o Inkscape não é capaz de incorporar perfis de cores em PDFs exportados.

Felizmente para nós, existe outro grande software livre e de código aberto chamado Scribus . O Inkscape e o Scribus são como dois bons amigos que se ajudam mutuamente. Enquanto o Scribus não é tão poderoso quando se trata de criar e editar sua ilustração gráfica, ele brilha quando você quer levar essa criação para a impressora.

A seguir mostrarei meu fluxo de trabalho que uso, diga de passagem com êxito, para obter arquivos PDF prontos para impressão, com um perfil de cores incorporado corretamente, usando os dois programas citados.

 1 – Instale os perfis de cores

Baixe estes pefis de cores. Tenha em mente que estes perfis estão zipados, a que basta extraí-los;

• Após a extração dos arquivos acima, copie cada arquivo .icc para uma das pastas, conforme seu sistema operacional:

Windows: C:\Windows\System32\Spool\Drivers\Color

OS X: HD > Library > ColorSync > Profiles

Linux: /usr/share/color/icc

Linux: /usr/local/share/color/icc

Linux: /home/USER_NAME/.color/icc

 2 – Configure seu projeto para usar o CMYK no Inkscape

O Inkscape possui um gerenciamento de cor básico, que pode funcionar com perfis de cores. Configure o Inkscape e seu projeto conforme demonstrado abaixo, e lembre-se de manter uma cópia de segurança para evitar possíveis problemas.

Apenas umas vez precisaremos ajustar as configurações de gerenciamento de cores do Inkscape. Porém em todo projeto precisaremos associar o perfil de cores nas propriedades do desenho/projeto;

 Ajustando o gerenciamento de cores do Inkscape

Clique no menu editar, e em seguida preferências;

Nas opções de Entrada/Saída, vá em Gerenciamento de cor e ajuste conforme abaixo:

 Associando o perfil de cores a seu projeto no Inkscape

Para associar o perfil de cores a seu projeto, clique no menu arquivo, em seguida em Propriedades do Desenho; Vá para aba cor, na parte inferior em Perfis de cor disponíveis, clique e selecione o perfil CMYK que você escolheu no passo anterior e clique no ícone de adicionar (+). No meu caso foi FOGRA27L Coated.

Em seguida basta selecionar um forma, objeto ou mesmo texto com cor e ir ao menu Objeto, e clicar em Preenchimento e contorno (CTRL + Shift + F ). Conforme a imagem abaixo demonstra, clique na aba CMS do Preenchimento e contorno, e por selecione o perfil de cor CMYK. O Vídeo abaixo demonstra esse processo.

Associando perfil de cor CMYK no Inkscape

O que escolher nas intenções de renderização do Inkscape?

Vejamos o que a Corel tem a dizer sobre esse assunto:

Intenção de renderização Colorimétrico relativo: é adequada para logotipos ou outros elementos gráficos que contenham apenas algumas cores fora da gama. Ele corresponde as cores de origem fora da gama às as cores mais próximas na gama no destino. Esta finalidade de renderização altera o ponto branco. Se você imprimir em papel branco, a brancura do papel é usada para reproduzir as áreas brancas do documento. Portanto, esta finalidade de renderização é uma boa opção se o documento será impresso.

Intenção de renderização Colorimétrico absoluto: é adequada para logotipos ou outros elementos gráficos que exijam cores muito precisas. Se nenhuma correspondência for encontrada para as cores de origem, é usada a correspondência mais próxima possível. As finalidades de renderização Colorimétrico absoluto e Colorimétrico relativo são semelhantes, mas a finalidade de renderização Colorimétrico absoluto preserva o ponto branco durante a conversão e não faz ajustes para a brancura do papel. Esta finalidade de renderização é usada principalmente para provas.

Intenção de renderização Perceptivo: é adequada para fotografias e bitmaps que contenham muitas cores fora da gama. A aparência geral da cor é preservada alterando de todas as cores, incluindo as cores no gama, para se adequar à faixa de cores no destino. Esta finalidade de renderização mantém os relacionamentos entre as cores para produzir os melhores resultados.

Intenção de renderização Saturação: produz cores sólidas mais concentradas em elementos gráficos comerciais, como tabelas e gráficos. As cores podem ser menos precisas que as produzidas por outras finalidades de renderização.

 3 – Ajustes no Scribus

• Certifique-se de que o formato do documento do Scribus (A4, A3, A5, etc) este igual ao formatdo do documento do Inkscape. Se não estiver ajuste em um dos programas para que coincidam.;

• No Scribus, vá para “Arquivo”, depois “Preferências”, e por fim vá em “Gerenciamento de cores” ou “Gestão de Cor”. Em “CMYK Solid Colors”, e configure cada perfil de cores conforme demonstrado abaixo, e clique em OK para SALVAR.

 4 – Importe seu design SVG no Scribus

• Abra o Scribus

• Clique em “Arquivo”, em seguida clique em “Importar”, por fim clique em “Obter aquivo vetorial”

• Será mostrado uma caixa de seleção de arquivos, navegue até seu arquivo SVG do Inkscape, clique nele, e por fim clique em OK.

 5 – Ajuste as Cores no Scribus

• Se seguiu os passos anteriores corretamente basta clicar em “Editar”, e depois em “Cores e Preenchimentos”;

• Após isso clique no botão Remover não utilizadas”;

• Verifique cada cor CMYK e RGB através dos ícones de cada cor, conforme desmonstrado na imagem abaixo:

• Se você seguiu o passo 2 corretamente o Scribus detectará cada cor definida no Inkscape como CMYK, mas se após clicar no botão “Remover não utilizadas ainda sobrar cores RGB (os ícones acima ajudarão a identificar), clique em uma delas, e após isso clique em “Editar” e altere o Color Model para “CMYK”.

• Repita o passo anterior para todas as cores RGB restantes;

 6 – Feche o arquivo em PDF-X1a e PDF-X3

• Para finalizar o arquivo vá em “Arquivo”, clque em “Exportar Como” e por fim clique em “Salvar como PDF”.

• Na bana Geral, do lado direito, em “Opções do Arquivo”, em compatibilidade escolha “PDF/X-1a”;

• Na aba Cor marque Converter cores lisas (spot colors) em cores compostas (quadricomia);

• Na aba Pré Impressão certifique-se que o perfil de saída é Fogra27L Coated Press.

• Salve seu arquivo;

Se fez o procedimento corretamente terá um arquivo PDF pronto para impressão em CMYK.

Se esse artigo foi útil de alguma forma, deixe um comentário a respeito será um grande incentivo para continuar publicando conteúdo como este.

Deixe um comentário